segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Outono em mim


Com o coração rendilhado de pérolas de chuva
Ouvindo burburinho do piso molhado da cidade
Pensando em cheirinho de vindima de fresca uva
Sinto de mansinho, o sol de outono, em claridade

E oiço o regato a correr inquieto em vertente
Vejo ondas do meu mar, em seu iodo ondulante
Toco as margens do ar, afago que sinto carente
Das meigas carícias, de um chamado de amante

E com os sentidos bailando no meu peito aberto
Mesmo que na cortina do meu quarto, fechados
Sinto-te meu outono, com pés na terra molhados...

E correndo ligeirinho, no meu corpo de verbos cansados
Dou por mim a sorrir às chuvas, ternuras a descoberto
E sei em mim, teu sentir é meu sonho de ciclo coberto!

11 comentários:

helia disse...

Um belo Poema! Gostei muito.

Eduardo Aleixo disse...

Que lindo poema, suave e doce e molhado de outono...Gostei muito. As palavras são fofas como se pisássemos taspetes de folhas.
Um beijinho.

Fa menor disse...

Também gosto de sorrir à chuva...
quando era pequena gostava de lavar os terraços debaixo de uma chuvada de Outono. Como era bom!

:)

Bjinhos

clic disse...

Sempre em cenários com água
Seja Outono ou Primavera
No sentir alguma mágoa
Enfeita a doce quimera

:)

Vieira Calado disse...

Um belo poema!

Gostei.

Beijoca

Vivian disse...

...meu Deus,
quanta poesia para saudar
as cores e chuvas de outono!

tu é linda!

bjbjbj

DE-PROPOSITO disse...

E oiço o regato
----------
Uma forma de sonhar.
---------
Felicidades.
Manuel

Eduardo Aleixo disse...

Bom fim de semana. Bj

Baila sem peso disse...

helia, Eduardo Aleixo,
Famenor e clic
Vieira Calado e Vivian
DE-PROPOSITO

meus amigos vos deixo
um sorriso e um carinho
em som de música baixinho
e um agrado meu
que chegou a sorrir do céu
e a amizade vos agradece
o que em vós transparece!
Ando um pouco desviada
mas continuo na estrada
e visitarei sempre que puder
e o tempo da vida deixar
a “vossa casinha”, a bailar:)
e fica meu beijo e abraço
apertadinho com um laço:)

Miosotis disse...

... encantador o outono em si!

Abraço,

Baila sem peso disse...

Miosotis

...encantador que merece uma flor
na chuvinha do seu ser, o saber acontecer!

Abraço