terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Tempo...


O ouro a bailar sobre tapete azul
vestiu-se de ausência
e pediu paciência...
A luz volta sempre ao seu lugar
é só saber esperar...
Quanta pode ser a demora
mas coração não chora
porque,
na sua sapiência
aguarda sempre bela aurora!...

Desculpem-me a ausência nos vossos cantinhos
Voltarei logo que consiga afagar os meus caminhos
Até lá tudo de bom para todos vós
E ficam beijinhos com lacinhos sem nós :)))

Foto tirada no céu de Novembro...tão lindo, por aqui me lembro...

7 comentários:

Fa menor disse...

Bela foto!

Estamos mesmo em tempo de espera
.
saibamos aguardar a Aurora Maior.

Beijinhos

Vieira Calado disse...

E que bela aurora,

amiga!

Beijoca

Carmo disse...

Obrigada e que os seus caminhos se tornem suaves.

Um beijo

Bom fim de semana

Teresa Durães disse...

saber esperar é difícil e penso que o coração não chora se a dor é demasiado grande

helia disse...

Há que confiar no coração e na sua sapiência!
Lindo Poema e linda Foto!

DE-PROPOSITO disse...

mas coração não chora
--------
É claro que chora, só que as lágrimas não se veem.
-------
Que a felicidade ande por aí.
Manuel

Baila sem peso disse...

Fa menor

Na verdade quem espera sempre alcança
Ou será mais...quem espera, desespera?!
Vamos aguardar menina musical...
E que se passe menos mal!:)

Beijinhos e xi apertadinhos
e até depois do Natal
Obrigada por me teres visitado
sem eu no teu cantinho ter estado
Me desculpa sim?...

Vieira Calado

Na foto é o pôr-do-sol
Mas esteve um dia lindo
Que adivinhava a aurora
Que no outro dia, fui sentindo...

Beijocas e umas Festas Felizes
Com muita alegria e paz...
depois me dizes :)

Carmo

Nada tens de agradecer
Só vim deixar beijinho
Para quem o quis devolver :)
Os caminhos vão suavizando
Mas devagarinho, passando...

Muito obrigada pelo teu carinho
Fica minha ternura sorrindo
E até depois do Natal
Se nada correr mal :)

Teresa Durães

Pois é, minha amiga...
Por vezes a dor é tão forte
Que o coração vira um forte
Onde se resguarda de ferida...

Que possas passar muito bem
Restantes dias que este ano ainda tem
Com carinho e amizade q.b. no regaço
E fica meu beijinho atadinho com laço

helia

Na verdade ele sempre sabe que fazer
Nós é que não o deixamos acontecer...
Temos a mania de o abafar e torturar
Quando ele quer, simplesmente bailar!:)

Até um dia destes, beijinhos e obrigada
Voltarei logo que tenha “estrada arranjada”...
Agora ando demasiado cansada...

DE-PROPOSITO

Chora e sorri...é um arco-irís a toda a hora
Mas quem não passar pela chuva
Não pode ver anel, que sol faz dentro e fora

Beijo e tem uns dias felizes meu amigo
E que a Paz e boa disposição estejam contigo!

Nesta época é tanta a correria
Que por certo a vossa presença
Foi agraciada, de passagem fugidia...
Ficam no entanto, meus carinhos
Para todos os que passaram ligeirinhos:)