domingo, 10 de novembro de 2013

Coração de Outono...



Bom dia, coração!
Eu estou terra
que interior
do vulcão,
lava encerra!
Feita de silêncios
que escorre
em serenidade
em busca da verdade...
Poesia em combustão
para beber em perdão
da mágoa,
que purifica
na água...
Fria como a do regato
numa frescura tamanha
com que só a alma
se amanha!
Mas se preferires caliente
que seja sulfurosa
das entranhas da terra
perfumada por bela rosa...
Boa noite, coração!


6 comentários:

Olinda Melo disse...


Boa noite, querida amiga

Adorei o poema que me levaste, retirado aqui do teu cantinho.Grande Torga, que nos toca com as suas palavras, sempre tão profundas e, ao mesmo tempo, tão aparentemente simples.

Este teu poema, lava intensa feita de um não-silêncio,juntamente com o teu 'Anjo Azul',feito de esperança e quimera,(recordação de dias passados), são ambos doces mensagens e a expressão da tua sensibilidade. Aquecem-me o coração e sinto-me feliz por ser tua leitora e seguidora.

Muito obrigada pelo teu carinho e pelas lindas palavras com que me presenteias lá no Xaile.

Hoje comi uma boas castanhas assadas. :) E o dia estava lindo!

Desejo-te uma excelente semana.

Beijinhos

Olinda

Eduardo Aleixo disse...

Gosto do baile do poema entre as águas frias e quentes entregando o amor de uma rosa de uma forma generosa e com versos sempre dançantes.Beijinho, amiga.

jorge esteves disse...

...e o coração verseja! Bem!
abraço!

Eduardo Aleixo disse...

Vim aqui ver se havia novidades....
E não há.
Reli o que existia.
E voltei a gostar.
Bom Natal.
Beijinho.

Baila sem peso disse...

Olinda Melo

Sempre amiga e bondosa
senhorita (o)Linda
seja em tempo de frio
de castanha quentinha
ou numa praia
num verão
de geladinho na mão
perfumando o meu espacinho
com perfume de rosa :)

Excelente tempo para ti também
Em todos os dias que a vida tem...

E sereno estar com coração
Recebendo um beijinho
Com todo o carinho

Eduardo Aleixo

Um bailado com significado
Que entrega o Amor da vida
Ao coração
E a todos que nele estão
Seja de lágrima esquecida
Ou de sorriso em combustão...

Tem dias de sol e dias de chuva...
A Mãe os recebe sempre como benção
Gosto que tenhas gostado...
E logo depois em duplicado :)
Recebe tu um beijinho
Que sabes ter muito carinho :)

jorge esteves

Com muita alegria
Recebo o teu dizer...
Tu sabes que nunca o coração
Vai deixar a ternura esquecer...
E haverá sempre uma rosa
Na saudade de água a correr
Seja quente, como lava
Fresca, como ervinha a crescer :)

Um abraço do tamanho desse ´espaço`

Para todos os que me visitam
Que deixam, ou não, vosso passinho
Desejo com todo o carinho
Que o Menino tenha nascido
Nas palhinhas do vosso lar
Que vos tenha presenteado
Com consoada de paz a cantar
Muita saúde vos acompanhe
Para o Novo Ano 2014 que vai chegar
E possam todos com um sorriso
As mágoas d`algum mal, apagar...
BOAS FESTAS com algum atraso
Que o meu relógio anda meio avariado
Mas em qualquer dia é dia
De vos desejar tudo de bom, com alegria

Isabel Vieira para todos
Bailando levemente
Mesmo que em silêncio
Sempre pensando em “muita gente”! :)

Parapeito disse...

Boa noite nina* que seja sempre o teu coração nascente de ternura. abraço*