terça-feira, 3 de novembro de 2009

Sabes...


Sabes?...fazes-me falta, sabes?
Naqueles dias, que furtivos sabias...
Agora...agora já não...já não me vias!
Eram olhares, eram fadigas repartidas
E os nossos braços afastados
E depois, tão escondidos...abraçados!
Sabes?...sei que sabes...
É no silêncio que me cantas suaves odes
Sei, sabes...sabes, mas não podes!
Não faz mal...fazes-me falta!
E isso que importa? Se meu coração salta
Quando penso nos teus braços à minha volta...
Importa? Não...claro que não
Também sei, o quanto o teu coração
Chorou tanta vez, à minha porta!
Então...fazes-me falta, sabes?
Tenho saudade de te ouvir
Quando me chamavas miúda
E minhas lágrimas limpavas
Da minha tez branca e sisuda...
E tu?...quem te contava os segredos
Que tinhas escondidos nos teus medos?
Fazemos-nos falta...e então?!
Sabes...um dia, sonhei que também sonhavas...
E que abraçávamos a falta, no meio de rubras lavas
Lá no horizonte, num dia de Agosto
Onde as lágrimas sabiam a doce mosto
E a tua mão procurava a minha
Lá, no fim...sabes?...castelo de rei e rainha...
Sei...fui eu que me afastei...sabes, menino crescido?
Um de nós, escolheu o sonho...um sonho enternecido!
O outro? O outro vive, quem sabe... por aí adormecido!

12 comentários:

Áurea disse...

Gosto muito dos teus poemas
Com grande verdade à mistura
A vida é coisa boa
Vamos gosá-la enquanto dura...

Bjo
Áurea

DE-PROPOSITO disse...

sabes?...
--------
Há coisas que sabemos. Outras que não sabemos e nem desejamos saber. É que por vezes a ignorância é uma virtude.
----------
Um beijinho.
Manuel

clic disse...

Hoje não tenho rimas... mas gostei de te ler! :)

O Profeta disse...

Frias pedras, negro basalto
Sentinelas do receio à tempestade
Testemunhas da viajem do tempo
Cobertas de sal, guardiãs da verdade

Mas, não há duas reais verdades
Não há rios que correm para o alto
Não há amor num coração que mente
Não há ternura sem viver o momento


Vem viver a minha cidade inventada


Doce beijo

poetaeusou . . . disse...

*
sabes ?
que a tua veia poética
tem a lucidez do sol-pôr,
a serenidade da manhã,
a limpidez cristalina,
o cheiro das maresias,
nas asas do horizonte !
,
Brisas serenas, deixo,
,
*

alcinda leal disse...

Sabes que gosto de visitar este cantinho?
Gosto da poesia que aqui encontro e que exprime bem verdades das nossas vidas...
Um grande beijinho
Alcinda

juvenal disse...

'...por aí adormecido'
Dura pena, grave castigo: o sono, quanto nos tira ele da nossa eternidade!

juvenal

pin gente disse...

ai as nossas faltas,
tantas que elas são!

assino por baixo

na falta, deixo um abraço

AnaMar (pseudónimo) disse...

Sabes?
O que dói é saber...que ele também sabe. E que sente a falta.

Por vezes, quanto mais falta nos fazemos, mais nos afastamos. Vá-se lá entender certas formas de amar.

E sim, eu sei...
Bj

Baila sem peso disse...

Áurea

Vamos gozar enquanto dura
No meio da sua grande verdade
A vida é tanta coisa à mistura...
E eu agradeço tua amizade!

Beijinho com ternura
(sabes? e já li "A que sabe a Lua"...um conto muito bonito
a criança que sou, agradece partilha tua!:))

DE-PROPOSITO

A ignorância uma virtude...
Talvez...como tu a defines:
Ignorância para não sofrer!!!
Sabes? Acho que prefiro tudo saber!
A onda vai e vem, tudo que ensines
Ela recolhe, num mar em quietude!

Um beijinho em teu dizer

clic

Sabes? Rimas eu gosto de te ler
Mas não é obrigatório esse dizer!
Que importa é que tu gostes
Agradeço teu carinho nos meus ”postes” :)

Beijinho rimadinho com miminho :)

O Profeta

E não me viste por lá?
No meio da multidão
É bem provável que não! :)

Beijinho no animal em azul
Pintadinho com branco véu de tule!

poetaeusou

Sabes?
E o teu dizer tem tudo isso!!
E mais pitadinha de feitiço
Quando me honras com beleza
Que está na Mãe Natureza!!

Serenidade podes deixar
Agradeço e envio, beijinho a bailar

alcinda leal

Obrigada por me visitares
E da minha poesia gostares
Se é verdade ou não a rima
É com carinho que anima!

Também deixo um beijinho
Em jeitinho de carinho

juvenal

Não era essa a intenção
Mas tens toda a razão
´Dura pena, grave castigo`
É o sono! Concordo contigo!

Mas nem todos sabem sonhar
E preferem o sono abraçar...
Quem sabe a eternidade
Os bafeje, na idade? :)

pin gente

Nas faltas que foram ou são...
Que a saudade vai moendo
E na vida vai crescendo
Em sonho lindo...outras vezes não!

Obrigada pelo abraço
Fica outro em retribuição!

AnaMar

Ainda bem que sabes...
Ajuda alguém nos entender...:)
Tão difícil é perceber
Porque nos afastamos
De quem mais gostamos...
Sim...tudo pode acontecer...
Porque a vida não é só sonho!
Mas é o sonho que faz viver
No silêncio das saudades
Muitas vezes, nossas verdades...
Um, anda na nuvem a voar
Outro, na terra se quer sentar
E a vida é um entardecer
Que não espera que o céu
Sempre, o mar esteja a tocar...:)

Obrigada pelo teu dizer
Beijinho a responder


e para os que sabem ou não
e por aqui andaram em coração
fica o obrigada, pois então :)

Áurea disse...

Obrigada...
Dia 28- 11-09
Vou contar, aqui num lugar perto de mim, na Festa das "Profissões" A "Zebra Camila."Conheces?
Tal como a outra tem uma grande mensagem de amizade.
Eu para contar, a miúdos ou graúdos, "encarno" a personagem, por isso nesse dia o meu fatinho é de "Zebra."
Um grande BEIJINHO
Áurea

Baila sem peso disse...

Áurea

A Zebra Camila não conheço
Mas vou conhecendo a ti
E pela amizade que te mereço
Vai todo o meu apreço
Por essa dedicação aos pequenitos
Que não tem qualquer preço!
A tua Festa das Profissões
Tenha tido alegria, muitas emoções
E cantem contigo todos os corações!

Beijinhos para ti