segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Que sentimento...


Ao som de música, meu amor
vejo a tarde passar estendida
com um sol de luz estarrecida
e uma saudade não sei do quê
que me deixa em interrogação
me deixa presa ao pensamento
nas vozes de algum lamento...

que sentimento é este meu amor
que trás na melancolia
uma sentida apatia
mistura de cansaço
que não se importa com que faço
mas que brisa aconchega em seu regaço?!...

que sentimento é este meu amor
que me trás na melodia
dentro de uma sinfonia
de acordes de suave solidão
misturada de indefesa ilusão
pautas esquecidas do que a vida é, ou não?!...

e a tarde se vai escondendo
e a música se vai misturando
com a certeza da leveza
contrariando noite de escuridão
iludindo com carente sofreguidão
dando luz a meu suado chão...

que sentimento é este, diz-me coração
tantos dias me vestes de compaixão
e no interior te tornas meu senhor...
- Que sentimento é este, meu amor?

(escrito a 06/02/11)

14 comentários:

DE-PROPOSITO disse...

que sentimento é este meu amor
--------
Poema escrito num momento de 'pieguice'.
---------
Felicidades
Manuel

Teresa Durães disse...

qual é o sentimento, não sei, sou péssima nessa área. mas gostei!

Fa menor disse...

"Ao som de música, meu amor
vejo a tarde passar estendida" gostei
dessa imagem.

Também a foto estende a paisagem à saudade que senti agora de um certo sítio...

Há tardes assim...

Bjinhs

Olinda Melo disse...

É gratificante quando, quem tem um dom, resolve partilhá-lo connosco.Gostei do seu poema, daquele sentimento algo indefinido que deixa adivinhar. Muitas vezes sabemos o que é mas nem sempre queremos reconhecê-lo.Esta magia é que é o sal da vida, não é?

Abraço.

Carmo disse...

Pode ser um sentimento de amor, mas também de revolta, de libertação. De um: Já chega de tanta apatia, de rotima.

Um abraço
Boa semana

Bartolomeu disse...

Será... um sentir bailarino?
Ou um sentir de paixão?!
Que sem peso vem de mansinho
Instalar-se no teu coração?!
;)
Beijinho, minha amiga!

Vieira Calado disse...

Olá, como está?

Depois duma ausência forçada

aqui, estou de novo, aos pouquinhos,

a visitar os amigos.

As minhas saudações.

Fa menor disse...

Venho deixar um beijinho e votos de uma boa semana!
E um obrigada!
:)

Baila sem peso disse...

DE-PROPOSITO

Pois num momento de pieguice
é que não foi essa a questão
foi num momento de interrogação
em que o corpo perguntou ao coração
O que ele respondeu não me disse
Pois...talvez alguma patetice :)!

Felicidades tb para ti

Teresa Durães

Obrigada pelas tuas palavras!
Nem eu sei bem o que sentia
Pergunta meio calma, meio bravia
Que na tarde a mente percorria...:)

Abracito

Fa menor

É isso aí...há tardes assim
E dias e noites...
E tantas que não têm fim
Quando começam as perguntas
Interiormente, não dão sossego
E é uma paz junto com desassossego!! :)

Bjinhos

Olinda Melo

O nosso interior é cheio de magia
Quem dera a nós muitas tardes
Para preencherem o dia
No meio de sã alquimia :)

(obrigada pela visita ao meu cantinho
que agora por sinal tenho deixado tão sózinho!):(

Abracito

Carmo

Tudo juntinho e eis a resposta
Um coração que anda de mala posta
Não sabe se há-de ir se ficar
Só sente que a Paz é único lugar!

Um abracito
Boa semana a iniciar!

Bartolomeu

Ora aí está um sentir que gosto!
Bailando ao som de uma paixão
Anda sempre este coração
Que sem peso, gosta de gostar
E de mansinho se enche de emoção!;)

Beijinho Bartô

Vieira Calado

Olá poeta, como vai?
Também eu tenho andado ausente
E também por força bem presente
Que não me deixa visitar
Todo o amigo que amizade consente!

Obrigada pela visita
Logo, logo tentarei retribuir
E aos seus poemas sorrir :)

Saudações amigas

Fa menor

Boa semana tb para ti
Estará a começar, menina musical
Possas brincar muito
Com alegria e saúde por igual!:)

Bjitos

Vivian disse...

Mulher que sonha.
Mulher que trabalha.
Mulher que luta.

Mulher mãe.
Mulher filha.
Mulher que manda
e que ama.

Mulher de erros e acertos.
Mulher de atitudes.

Mulher de palavras doces
Mulher decidida.

São tantas qualidades para
tentar definir esta criatura
abençoada por Deus, e que,
por vezes nos perdemos
em palavras.

Você, mulher, faz parte
disso, representando com
doçura e determinação um
universo totalmente
desconhecido, que a
cada dia revela-se
ainda mais misterioso
e, portanto,
apaixonante.

Parabéns MULHER,
pelo nosso dia!

Beijos, querida!

helia disse...

Lindos o Poema e a Foto !

Baila sem peso disse...

Vivian

Obrigada minha amiga
pelos versinhos do Dia
caprichados e sinceros
e pela tua simpatia :)

Beijinhos e desculpa a minha ausência
farei dela logo que possa, presença
:)

helia

Obrigada pela atenção
vinda do teu coração :)

Parapeito disse...

"- Que sentimento é este, meu amor?"
para mim... claro que é amor :)
brisas doces para ti nina*

Baila sem peso disse...

Parapeito

E tu que não sentisses assim!!...
Nina docinha, avozinha de cetim :)))

Brisas docinhas