domingo, 26 de fevereiro de 2012

Porque choras pela manhã


Porque choras pela manhã
não deixando teu afago de lã
porque choras, diz-me baixinho
que te embalarei com carinho...
porque choras sem ninguém ver
para não dar tua dor a perceber?!...
eu quero-te todo o dia, na alegria
porque choras tu, pela manhã?
anseios do dia que surge ansioso
tua alma o sente caprichoso
diz-me?! porque choras pela manhã?
talvez a noite em brisa bravia
te deixasse nua e fria
e a lágrima da manhã
te cobre o corpo de sal perfumado
que te deixará o dia em paz enamorado
num corpo por ti idealizado...

diz-me minh`alma de porquês entranhada
diz-me porque choras pela manhã
e carregas tão salgado talismã?

ai, porque não ris tu, pela manhã
o rendilhado do sol beijaria tua face
deixando-a da cor da romã!!!

12 comentários:

Sweet Caroline disse...

Lindo =)

Fa menor disse...

Tem dias em que as lágrimas regam o a manhã...
talvez que sejam necessárias,
mas, a seguir a uma chuvada, o sol acabará por brilhar.

Beijinhos

Eduardo Aleixo disse...

é um poema doce como são todos os teus poemas.mas este faz lembrar as antigas canções de amigo e de amor, pelo seu ritmo e repetição de estrofes. Adorei e deixo um beijinho

Olinda Melo disse...

Baila sem peso, amiga

Adoro os teus poemas. São lindos, sensíveis e trazem-nos sempre doces sentimentos. Como este...Porque pela manhã?

Beijos

Olinda

Olinda Melo disse...

...quis dizer:

... choras...

faltou-me a palavra do meio.

Bj

Olinda

poetaeusou . . . disse...

*
querida amiga,
,
as tuas palavras,
são a essencia da verdade,
porém digo-te,
não há amor sem sofrimento,
deixa-me chorar por amor.
,
amorosas conchinhas, ficam !
*

HELENA AFONSO disse...

LINDOS os seus poemas,
falam de amor,de silencio e de dor,
mas acariciam o coração!
Obrigada, HELENA

Olinda Melo disse...

Querida Levezinha

Vim desejar-te dias cheios de luz e alegria.

E bom trabalho, com as criancinhas... gratificante mas cansativo,né?

:)

Beijos

Olinda

Eduardo Aleixo disse...

Vim fazer uma visita e deixo um beijo

Baila sem peso disse...

Sweet Caroline

Muito obrigada
Pela tua visita
E pelo teu sorriso
De menina bonita
=)
Bjoquita

Fa menor

Costuma ser assim
Depois da tempestade
Vem a bonança...
E nesta minha dança
Tarda tanto a chegar
Que nunca mais vejo arco-íris no ar
:)

Beijinhos menina musical

Eduardo Aleixo

Como é bom sentir o coração a sorrir!
É como te sinto, meu amigo
Quando as tuas palavras vêm ter comigo!
Obrigada, pelo teu carinho
E também te deixo um beijinho

Olinda Melo

Ó linda, obrigada pela tua ternura...
Sabes eu não sei bem, o porquê de manhã
Sabes...algum sonho na desventura
Que não me deixa acordar, com frescura :(

Ás vezes, acredita...tenho uma zanga!!!
Mas depois de chorar, fico calminha
E lá passa a choraminguice charanga :)

Bjinhos meus

poetaeusou

Chora meu amigo, chora
Mas não percas muito tempo
Que o tempo passa na hora
E a lágrima é sofrimento
E o amor é um sentimento
Que só devia ter sorriso
Mas é mais de mil e um lamento
De amor que não tem juizo :)

Amorosos bailados, ficam!

HELENA AFONSO

Obrigada Helena por me ter visitado
E por deixar meu espacito mais amado
Com sua ternura, em tom acarinhado :)

Beijinho

Olinda Melo

Cá recebi teus beijinhos
E os guardei com carinhos
Na minha caixinha de segredinhos :)

Pois assim é...gratificante e compensador
Mas tem dia de muuuuiiito suor :)

Bjitos com muita ternura

Eduardo Aleixo

Como a tua visita é tão gostosa
E deixa a alma tão sensível
E a torna deveras vaidosa :)

Obrigada amigão
Beijo do coração!
E das poucas (visitas)que eu faço
Peço mil e um perdão!!!

helia disse...

Um Poema encantador!Gostei muito.U

Baila sem peso disse...

helia

obrigada pela ternurinha
tem tempo que não lhe faço uma visitinha...
vamos ver se tudo corre de feição
e ainda lhe deixo hoje um beijão :)