terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Frio cheio em calor


Hoje tenho frio, tanto frio desenhado
que trago num robe branco enfeitado
com a pura lã, feita algodão
uma poção de calor entranhado
num interior que me aquece o coração...
Trago no meio do frio, uma vela acesa
para iluminar com mestria a Natureza
e afagar com carinho algum senão
que ilumina o caminho da mão...
E vai iluminar o meu grande desejo
de levar, qual calor de puro beijo
a quem está a crescer na ansiedade
que vive a solidão, da qual cidade...
Do mundo, tão perto e tão longe de mim
que tem dias em que o frio é tanto assim
que poção vem, em forma de poesia
e faz nascer sentimento, na alquimia
entregando ao seu destino, uma flor
que passeia no frio, dentro do meu calor...

e na doce melodia...canta uma ode o pastor!

13 comentários:

Maria disse...

O que faz a poesia... sentir frio por fora (e está!!!) e calor por dentro...
Gosto particularmente da ovelhita...

Um beijo

clic disse...

Canta uma ode o pastor
Às suas lindas ovelhas
Olha o seu cão com amor
Apesar de suas "telhas"

:)))

lory disse...

:)

as velas ardem ate ao fim disse...

eu sinto muito mas muito frio.

um bjo

DE-PROPOSITO disse...

Hoje tenho frio,
--------
Ao termos a noção que temos frio, é porque sabemos o que é o calor!...

Felicidades.
Manuel

AnaMar (pseudónimo) disse...

A ternura do teu canto espanta(-me) o frio.
E desenha-me um sorriso no rosto:-)
Obrigada .
Bj

juvenal disse...

Frio, frio é apenas quando se está longe...

juvenal

poetaeusou . . . disse...

*
no calor da poesia
o frio rejuvenesce
não é o que parece
digo-te com muito afã
com as palavras de lã
que cobrem a frialdade
acalentando a amizade
ao encontro do pastor
da Natureza apreciador
e da doce melodia .
,
quentes conchinhas,
deixo,
,
*

as velas ardem ate ao fim disse...

uma boa semana

Vieira Calado disse...

É o frio frio...

ou frio na alma?

Um é pior que o outro...

Não há lã que chegue...

Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
vejo
que o frio continua,
,
brisas quentes,deixo,
,
*

O Profeta disse...

O troar do trovão, esta incessante chuva
As estrelas choram todas as mágoas na terra
Onde param os Anjos, porque não nos acodem os Santos
O mal e o bem porfiam esta eterna guerra

As casas do sul ruiram todas
Tal como a esperança desesperada
Toquei no rosto de uma criança triste
Senti uma paz surgir do nada


Mágico beijo

Baila sem peso disse...

Maria

Gostaste da ovelhita?!
Dorme ao meu lado enroscadita :)
Pois...um bordado de pijama
Que gosta de se deitar na cama :)
E é só calorzito à noitita :)

Beijito quentito

clic

Apesar das suas “telhas”
Todos as têm afinal…...
Porque não as ter
O pobre do animal?!:)))

lory

Acredita que é trabalhoso
Rimar um sorriso assim
Vou tentar com ar gostoso
Que fique ternura de mim :)
:*

as velas ardem ate ao fim

Como eu te entendo minha amiga
Mas olha...deixa o frio lá para trás
Quem sabe esta semana
O calorzinho já nos satisfaz?! :)

É necessário...é urgente!
E fica meu beijinho que sente

DE-PROPOSITO

Felizmente que sim, que sabemos
Pena que nem todos, o conservem...
Neve pode cair por cidades e ermos
Mas são os calores que nos servem!

Um beijo interior e haja calor! :)

AnaMar

Ainda bem que aconteceu
Esse sorriso...aquece o frio!
E deixa-me em desafio
Para não perder eu, o meu :)

Um beijo em troca com teu

juvenal

Quando se está longe de tudo...
E de todos...e tão perto tanta vez...
O frio numa realidade de nada
Um nada, que padece maltês...

Meu beijo acima de nada e de tudo :)

poetaeusou

Obrigada pelas quentes conchinhas
Chegaram bem suaves com amizade
Vou fazer delas, amigas minhas
Que trouxeram teu calor da serra
Onde o pastor o olhar encerra
E seu sabor me eleva a poe(mar)!

Um beijo deixo em lã, a navegar! :)

as velas ardem ate ao fim

Para ti também...
Sem nenhum porém!
e beijito idem...:)

Vieira Calado

São os dois, amigo, são os dois...
É por fora e por dentro...
E tens razão sim...mas aguento!!!!
Ah, pois...a lã e o sol trabalha por fora
Por dentro?
A rebeldia do querer, faz o calor nascer! :)
(às vezes são necessárias injecções
daquelas que fazem doer...mas que fazer?!):)

Beijo meu e obrigada pelo reaparecer

poetaeusou

Não tanto, não tanto...
O frio vai terminando aos poucos
Servindo a alma e o coração
Ao sabor da emoção...
Uns dias sim, outros não...
Aqueceram-me as tuas brisas,
Hoje, eu digo que não! :)

E penduro meu beijo na "oração"

O Profeta

Na verdade é assim a Natureza
No mais profundo do seu ser
Destruindo nos seus amuos
Sem de mágoa se conter...
É assim...faz magoar, faz doer
Mas há que tocar o rosto das Crianças
E na Paz edificar novas Esperanças...

Um beijo na magia do tentar renascer!

para todos que por aqui passaram
e decerto não falaram, fica meu obrigada
e meu beijo com flor de calor, enfeitada