segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Gotinhas de cristal


Qual gotinha de cristal, se debruçavam
de duas varandas que enfeitavam...
- não, não tinham janelas, nem cinderelas!
tinham apenas um olhar, somente delas.

Também não eram de chuva, nem fonte
nem do mar sabiam o seu horizonte...
eram apenas gotinhas e nada mais
preciosas só na origem de seus ais.

E foi assim, que caíram devagarinho
das varandas que enfeitavam em beirais
um toque suave, um gemido, nada mais...

Na sua queda qual balada de mansinho
como o soar de piar de belos pardais
enfeitaram coração, ao som de seus ideias!

14 comentários:

Maria disse...

Que duas lágrimas mais bonitas...
Gostava de comentar em verso, mas não sei versejar...

Um beijo

poetaeusou . . . disse...

*
As gotinhas,
devagarinho
dançam, singelas
são cinderelas
rodam gemendo
a fonte envolvendo
antes do ocaso
nunca ao acaso
e entre os beirais
soltam seus ais
que são de cristal !
,
conchinhas, deixo,
,
*

clic disse...

Ao som de seus ideais
Vão as gotinhas caindo
Não importam os demais
Só uma e outra sorrindo

:)

Silvana Nunes .'. disse...

Que delicada poesia.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma semana de muita LUZ.
Saudações Florestais !

Vieira Calado disse...

Parece que estou a ouvi-las cair...

devagarinho...

Bjs

Artur Gonçalves Dias disse...

belos versos
pautados de pequenas esferas
brilhantes
que reflectem
mares de paixão

Saudações

juvenal disse...

Um soneto...cristalino!

juvenal

Áurea disse...

Duas gotas de cristal
Cairam nas minhas mãos
Quando te afaguei o rosto
Pobre de mim sem esperança
Mas trago-te na lembrança
Não te vou dar um desgosto

Porém lembra-te de mim
Que aqui um dia nasceste
Não te fiques por aí
Esta terra eu não esqueci
Nem me esquecerei de ti

E se um dia voltares
Duas lágrimas vão cair
Numa queda de mansinho
Do meu rosto pobrezinho
E irei voltar a sentir

BJO ENORME SEM Lágrima......
Áurea

Teresa Durães disse...

:)) lágrimas que falam! Lindo!

casa de passe disse...

Mas cairam. Também o mesmo me aconteceu.


Alice, a Fininha

Áurea disse...

Ah! Ah! Ah!

Já estou a fazer anos!!!!!!!!!!!!!


Livre-se……….. Alguém…………. De me estragar este dia…


Que vai………ter grande arrelia


Hoje é dia dos meus anos
Fui eu que o escolhi
Há uns “anitos” atrás
Queria nascer! E zás…
De minha mãe eu saí

É meu e ninguém mo tira
Gosto mesmo deste dia
Não me importa a idade
Já vivi a mocidade
Continuo com alegria

Embora com problemas
Digo alegria sim!
Porque gosto de viver
Continuando a aprender
No que a vida trás p´ra mim

Por gostar muito do dia dos meus anos, estou a partilhá-lo.
BJO


Áurea

Silvana Nunes .'. disse...

Essas gotinhas de cristal são lindas.
Passando para espiar as novidaes e desejar um bom final de semana.
Beijo grande.

AnaMar (pseudónimo) disse...

Lágrimas que traduzem o meu sentir.
Belas estas do poema:-)

Bj

Baila sem peso disse...

Maria

Obrigada Maria!...
Basta-me a tua simpatia! :)

Um beijo com cheiro de ilha

poetaeusou

As gotinhas de cristal
Por vezes são de alegria
Caem em boas mãos
E são pura melodia! :)

Um beijo com conchinhas enfeitado

clic

Uma e outra sorrindo
Com beleza do que sentem
Tantas vezes só percebem
Que são alma que consente! :)

Um beijo até onde a vista alcança

Silvana Nunes

Obrigada pelo elogio e a luz
E “Foi desse jeito que ouvi dizer”
Eu já espreitei e gostei
Deixo a saudação no saber! :)

Um beijo cheio de saudações

Vieira Calado

Assim mesmo, poeta do sul
Devagarinho, sem grande barulho
Com uma tonalidade azul
E o coração em gorgulho! :)

Um beijo em poesia cantado

Artur Gonçalves Dias

Mares de paixão e tanto mais
São cânticos divinais
Que vêm do coração
Onde se cantam doces ideais! :)

Um beijo em agradecida visita

juvenal

Cristalino...como teu dizer
Numa palavra só, se fez acontecer! :)

Um beijo em cristal divinal

Áurea

Não entendi muito bem essas gotinhas?!
(apesar que achei muito docinhas!)
Serão para entregar aqui em Lisboa
Com carinho, a tuas filhinhas?!
Não esquecerei! Apenas endereço não sei?!:)

Beijo enorme também deixei

Teresa Durães

Que as gotinhas também falam
Para ti não é novidade
Até parece que tu não conheces
Tão bem essa verdade! :)

Um beijo a voar pela cidade

casa de passe

E acontece a toda a gente...
E as lágrimas quando caiem
Enfeitam fio, efeito “pendente”!:)

Um beijo que agradece a visita

Áurea

Parabéns atrasados
Mas de amizade enfeitados!

Venho atrasada eu sei
Desculpa o meu desleixo
Estive de cama com febre
E ainda hoje, me queixo

Não, não sei bem qual o "humor"
Tenho ainda muita dor
Mas o pior já era...

E vim desejar-te muitos anos e bons
Em doce e bela primavera!!!

Obrigada por ti e partilhares
Esse teu gosto em brincares
Arrelia?...tu?...não acredito!
Só se for com alguém muito “parvito”:)

Parabéns amiga e que teu dia tenha sido bonito!
Ficam meu abraço amigo e doce e grande beijito!:)

Silvana Nunes

Obrigada pela nova passagem
Muita luz de volta em “viagem”
Uma aragem de floresta
Faz sempre bem e “refresca”! :)

Beijo um pouquito febril, mas vai a sorrir!

AnaMar

Espero que sejam lágrimas passageiras
Ou enfeitem com alegria certas brincadeiras
Lágrimas de cristal, que não façam nenhum mal
E que aqueçam o coração, em sorriso divinal!

Meu beijo e obrigada deixo nesta quadra :)


a todos que passaram a qualquer momento
fica o meu obrigada no pensamento