quinta-feira, 27 de maio de 2010

Descanso na luz


Na escuridão já se vestia de alva luz
Compunha seus cabelos de cor de prata
Deitava os olhos ao que na vida a seduz
Dormia acordada com seu doar, grata.

Soltei-lhe um beijo, de mãe e de filha
Na cor do sono que por mim passeava
Sonhei um descanso como serena ilha
Sabendo a pureza que me enlaçava.

Faço uma pausa, olhando a vidraça
Caiu-me uma pétala de luz negaça
Que me atraiu e com ela me fez dançar...

Já não sei se a dormir, se a acordar
Na sua protecção me senti rodopiar
E bebi do mar, da sua gentil graça!

9 comentários:

Maria disse...

Gostei do poema.
E gosto do beijo de mãe...

Beijo para ti.
:)

avezinha disse...

Um lindo poema que adorei ler.
Aproveito para desejar que após estes dias de alguma escuridão entre muita luz e traga tudo de bom.

poetaeusou . . . disse...

*
Baila sem peso,
,
respiro o ar puro
porque o ar é teu mãe
mergulho no olhar
porque no olhar é teu mãe
aconchego-me no colo
porque o colo é teu mãe
suspiro-te Maria
porque Maria é o teu nome mãe
ajoelho-me perante o altar
porque a deusa do altar és tu mãe !
,
conchinhas, deixo-te,
,
*

helia disse...

Um lindíssimo Poema!Foi uma delícia lê-lo

Vieira Calado disse...

Bem escrito este poema,

dum género muito difícil:

o soneto.

Beijinhos

DE-PROPOSITO disse...

Faço uma pausa,
------------
Há pausas que são definitivas.
------------
Felicidades.
Manuel

Maria disse...

Amiga, o seu poema é lindíssimo, adorei.
bjs do tamanho do infinito
Maria

NunoG disse...

vim espreitar a tua poesia... ternurento!

(obrigado pelo teu retorno ao meu blog!)

Baila sem peso disse...

Maria

Obrigada, a quem sempre vem!:)

E beijo para ti também

avezinha

Obrigada, avezinha!
Tudo já muito melhor caminha
E muito obrigada pela tua visita
A minha humilde casinha :)

Um beijinho com carinho

poetaeusou

Fico lisonjeada com teu dizer…
Ar, olhar, colo, a pertencer
A Maria, deusa desse altar…
E eu, Maria também em nome
Sou mãe dos filhos que vejo crescer
E sou rainha em amizade
A quem me faz enternecer :)

Meu beijo a bailar no teu versejar

helia

Obrigada, minha amiga
Pela simpatia “proferida” :)

Um beijinho a agradecer

Vieira Calado

È difícil, talvez…nem sei se bem construído
mas é um desafio à mente,
fazê-lo com sentido
no que sente o coração da gente…

beijinhos com carinhos, bailando enternecidos

DE-PROPOSITO

Espero bem que esta não seja…
Ou que seja, no sentido que a tem!
Um descanso de maleitas e acidentes
No meio das minhas gentes
Que quero ver saudáveis e contentes!! :)

Um beijo um pouco mais sossegada
E um tantito, menos cansada!

Maria

Obrigada Maria, pela tua passagem
Fico contente por teres gostado da luz
Com o beijo de mãe com que a compus :)

Beijos também para ti e boa semanita

NunoG

Gostei de te ver aqui, também…obrigada!
(não devia ser para agradecer
já que fui de boa vontade
sem ser mandada) ;)

Um beijinho na tua estrada

e a quem aqui passou o meu carinho ficou!