sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Simples condão





com a luz toda por sentido
numa sombra de verde entontecido
soavam-me os chilreios ao ouvido

...a branda paz, tanto de que é capaz!

Num violeta bem vermelhinho
de verde e branco salpicadinho
saltando o pólen em sabor
me beijava uma flor...

...era dádiva de sentimento em amor!

No caminho de nervura de esperança
com o corpo em botão de candura
esperava o tempo em movimento
e libertava versos de ternura...

...o nascimento do amor, como criança!

E com os pincéis da Natureza
que a tela compôs sobre o chão
recortou-se tão pura a beleza...

...que uma pétala enfeitou o meu coração!

8 comentários:

poetaeusou . . . disse...

-
chilreio
espalhando a clorofila
que me entra pelos olhos,
bailam as pétalas,
sem peso, contrariante,
salpicando de amor,
entre a paz da Natureza !
.
marés de ternura, deixo,
,
*

Maria disse...

Perfeita simbiose entre as palavras e as fotografias.
Lindo!!

Beijo.

notyet disse...

Manhã cedo a passear no jardim ?
Vá leve um beijinho consigo.

Vivian disse...

...as flores nos jardins
aguçam a sensibilidade
dos poetas, que nos
encantam.

bjbj

Fa menor disse...

"o corpo em botão de candura"
uma bela imagem de imagens!

beijinho

Vieira Calado disse...

E que belas...

todas as pétalas!


Beijocas

sérgio figueiredo disse...

Um Mar de Natureza que se explora, com as tuas palavras, como pétalas que se compôem, na sua conjugação, num brilhar em poesia. Eterno perfume e cor, que traduz o Amor.

O meu agradecimento pela visita e comentário que deixas no meu Blogue.

bj...nho

Baila sem peso disse...

poetaeusou

Amigo,
Como sempre o teu dizer comigo
Tem um toque de veludo
Que enche a alma de tudo!
Obrigada eu fico pela ternura
E a abraço enquanto dura...:)

Um beijo de palavra nua
Bailando ao som da tua!

Maria

Abusei da imagem, nesta aragem
Porque a palavra me pareceu pouco
Para a beleza desta paragem
Que fiz num cantinho louco
Em que a Natureza é um Hino
E apetece embalar como menino!:)

Beijo no teu caminho

notyet

Não, não foi muito cedinho
Foi mais pela tardinha
Mas a beleza é tanta
Que não importa a horinha...
É assim quando se trata de florinha!:)

Fica na troca do teu beijinho
outro de meu carinho

Vivian

Os poetas e não só!!!...
É todo e qualquer pedacinho
De gente com carinho
Pela beleza de seu “ninho” :)

Beijinho enfeitadinho de carinho

Fa menor

Imagens de lindas aragens
Que são a poesia da Terra
Que no seu seio encerra
Como candura que dura
E dura, e dura, e dura...:)

Beijinho em candura de ternura

Vieira Calado

Na verdade a Natureza é assim...
Cada pétala de flor
É um beijinho de doce amor!

Beijocas a bailar no pólen do ar:)

sérgio figueiredo

Obrigada também pela visita
Pela palavra linda que ficou escrita
Deixando antever um coração
Que bem se traduz pela emoção
De o Ser, com linda conjugação :)

Beijinho fica a bailar com sensibilidade no ar

e para todos que passam
encontrem em vosso caminho
o carinho de um beijinho
que a Natureza dá
como simples condão
de quem lhe estende a mão...
ou mais o coração...