quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Marés de segredo




Onde vais aportar ao cais?
Onde vais tu meu bem, meu amor?
Tu não vês nas mudanças das marés
o segredo que te lava os pés?
Olho tão longe, onde ficam vendavais
olho tão perto, mas não vejo sinais
de que anda por azul teu sabor
junto dos golfinhos e algas de cor...
Mas quando vais tu ancorar
na barra da minha saia, feita de lapa de luz
que deseja ser berço de teu ninar?!
Que desassossego anda no teu apego
que nas ondas soa como fado em cruz
e se vai assim, todo o meu aconchego?!

Vem meu querido...apaga a dor desse segredo
e vamos nadar juntos nas tuas ondas sem medo!!
(25/07/2010)

(e com este calorzito, como apetece no mar um mergulhito...mas tenham cuidado que os segredos deste Amor, podem aprisionar para sempre e quem não tiver cuidado, ficará preso eternamente...)

9 comentários:

Baila sem peso disse...

Tendo este e outro poemazito em rascunho, atrevi-me a deixar como "testemunho" de um calorzito que se faz sentir e onde o mar é um fresquinho que faz a muitos sorrir! Voltarei assim que possa, mas não com o Mar, pois isto anda mais por Terra...e vamos ver quando há computador, que dê para eu voltar aos vossos cantinhos com outra cor :)
CARINHO PAZ E MUITO AMOR!

Maria disse...

Seja ou não de segredo, é uma belíssima maré!
Azulinha e fresquinha...

Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
em desassossego
aporto o cais
procurando os sinais
que me desapeguem a cruz
e que se faça luz
apartando os meus medos
persistentes nos segredos
e que pretendo libertar
entre as ondas do mar
abrigos do meu aconchego !
srsrsrsr,
,
marés de estima, deixo,
,
*

notyet disse...

Afinal não está de férias, ainda caminha por aqui.

Valvesta disse...

Lindo poema com imagens fortes de um mar agitado, beijos amada, uma noite de paz.

helia disse...

Um Poema muitíssimo bonito!
Obrigada pela visita ao meu cantinho, que ainda não consegui resolver o problema da imagem de fundo. pois aguardo a volta do meu genro que neste momento está fora do País e a minha filha e neta mais velha (16 anos ), também não sabem resolver.Tenho de esperar até Setembro , mas também como vou para fora do País até ao fim de Agosto, aguardo.
Boas Férias

mmeloup disse...

Hoje fui apanhar uma maré de segredo, e foi um mergulho bem quente, que a água estava a 25 graus.:)

Já estava a sentir a falta das linhas em devaneio pós os meus poemas.:D

________

www.mmeloup.wordpress.com

Fa menor disse...

Lindíssimo poema de mares e marés.

Gostei de passar por aqui :)

Bjinhs

Baila sem peso disse...

Maria

Azulinha e fresquinha
Maré que nada, no meu dizer
Que tão bem me sabia agora!...
Tenho andado a derreter
A toda e qualquer hora! :)

Beijo fresquinho com carinho

poetaeusou

Aonde? Aonde foste tu
Que vejo o azulinho tão nu?!:)
E sentes mais aconchego?
Aí no “sítio”, devem ser banhinhos no “cais”
Que te deixam os sentidos bem divinais!!!:)

Beijo sabor a geladinho bem fresquinho

notyet

Nem estou, nem estive, nem estarei
É assim um todo, como direi...
Um dia vai-se aqui, outro acolá...
Sabe a pouquinho...
È como um sabor de geladinho Olá! :)
(olha fiz publicidade!!!...
Será que me dão caché
Para fazer férias fora da cidade? :))))

Beijo de Corneto de morango
(já que falo em publicidade
que seja com qualidade):)

Valvesta

O mar nesse dia estava agitado
Até tinha a bandeira vermelhinha
Mas agora espreitando as notícias
Vejo que a maré está bem mansinha :)
Ai...e eu aqui em sauna e derreter
Até só pensar me faz doer... :)

Beijo bem fresquinho, noite e dia com carinho

helia

Obrigada pela tua simpatia!
Na verdade eu também não entendo nada
É o meu filhote (18 anos)quem presta assistência
Quando ao meu velhinho computador dá demência...
Também tenho agora os filhotes de férias
Eles é que entendem melhor dessas “misérias”
Mas o teu genro quando voltar
Te há-de dessa “embrulhada” tirar.
Este foi pior...nem “piava”, nem “miava”
Recusou-se simplesmente a trabalhar
Cá para mim, também quis férias
E lá tirou a “barriguinha de misérias”:)

Beijo de férias bem fresquinhas e descansadinhas

mmeloup

Ai que inveja!!! 25 graus era caldinho!!!
E eu que adoro um bom mergulhinho...:)
E descobriste algum segredo?
Por certo te disseram, - volta outro dia
que hoje estamos em maré de sossego!:)

Obrigada pelo teu mimo, é bom saber
que sentem a falta do nosso dizer
quando se faz com muito prazer :)
(sei, às vezes exagero mas acredita que é momento
de brincar com as palavras que são alimento!)

E vai o beijo bem fresquinho e dá com ele um mergulhinho

Fa menor

Pelo teu dizer, obrigadinha
Fico feliz de alma fresquinha
E sê bem vinda ao meu cantinho
Que fala de mares e marés
Que fala de carinhos e ternuras
Para tentar apagar da vida as amarguras...

Um beijo em melodia de maré que canta em ré (ou em fá, escolhe tu, vá lá!):))

a todos que passam, a todos que estão de férias,
passem uns dias calminhos, recheados de carinhos...
e já agora acompanhados de beijinhos bem fresquinhos :)