quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Luz no olhar


Os olhos embaciados pela manhã
tendo na luz um efeito de cor sã
num despertar meio ansioso
pelo respirar de dia caprichoso
correndo vida em ar de lenda
como se bailasse em fenda
de um vulcão em plena erupção
onde arde em lava o coração
que procura no seu caminho
a leveza do tic-tac de carinho
percorrendo na imensa multidão
o desejado calor de outra mão...

Tantos que encontras no destino
espetados pela dor de qual espinho
e por vezes esmorecem devagarinho
gelados no meio da lava, sem tino...

Ah, olhos de coração...inventas tua condição
recordas que o dia ainda agora começou
e até à noite, a luz bafejará a tua absolvição!

7 comentários:

Fa menor disse...

Ah, olhos do coração...
não deixeis nunca de ver a luz
que se projecta de cada mão estendida
em oferecimento ou pedindo pão.
:)

Beijinhos

Eduardo Aleixo disse...

Bom domingo. BEIJO. Logo venho para comentar. Dorme bem.

DE-PROPOSITO disse...

o desejado calor de outra mão...
---------
A procura de um carinho,... de carinhos.
---------
Felicidades.
Manuel

Eduardo Aleixo disse...

...Carinhos ...amores ...afagos....
e quem baila sem peso
sem peso voa
é ave
dança
e voa.....
.......e com as asas voas para o bosque dos amores.........................., mesmo com chuva.
Bjs

clic disse...

Os olhos seguem a luz
Girassóis em pleno Verão
Batem à porta "truz-truz"
Talvez seja a outra mão

:)))

Parapeito disse...

lindo :)
Que nunca arrefeça o carinho e nunca se apague a luz do coração...
brisas doces para ti nina*****

Baila sem peso disse...

Fa menor

É essa a intenção...
Mas como dizem que de boas intenções
Está o mundo cheio...
Vamos ver se não me acusam
De fazer parte desse meio :)

Beijinhos com carinho

Eduardo Aleixo

Foi assim um domingo
Mais para o vento e o pingo :)
Mas dormi bem, obrigada
Pela tua ternura deixada
E fica BEIJO também!

DE-PROPOSITO

Na busca e na entrega...
O mundo carece tanto de carinho
Acho que ajudaria mais no caminho...

Beijinhos também para ti, amiguinho:)

Eduardo Aleixo

Faça chuva ou faça vento
Bailando mesmo despenteada
Temos de tentar alcançar
Sempre carinho da estrada:))

Bjinhos carinhosos

clic

Talvez seja a outra mão
Nunca hei-de duvidar
E que seja de coração
Um girassol a cantar:)))

Luz, muita, no teu estar!

Parapeito

Vamos tentar isso, sim nina?
Que o carinho seja o bem a guardar
E entregue como luz
No teu coração a bailar:)))

Brisas carinhosas****

e a quem passou
e carinho levou
que fique enfeitado
e muito bem aconchegado:))