quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Minhas letrinhas



As três letrinhas com que me chamam
São apenas duas vogais com consoante
Chamadas com carinho, pelos que amam
Pelos pais, leva mais uma linha adiante.

Filhos como é sabido, usam outras três
Com que bradam e me enfeitam todo o dia

Tem minhas amigas, por sua vez
Acham que têm de acrescentar a Maria.


Tem uma quatro patas que é cadelinha

Ladrando em pauta de sol maior

Com ãoão me chama, suave e meiguinha


No meio de um solfejo de música em coro

Tenho muitas outras a que respondo

Todas...sinfonia das vozes, que são tesouro!


6 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

Gostei tanto!

Eu sou maluca por amigos de 4 patas!

um bjo

DE-PROPOSITO disse...

Olá.
Uma musa diferente, para variar.
Fica bem.
Um beijinho.
Manuel

tinta permanente disse...

Letras, não: solfejo para uma bela canção!

abraços!

tinta permanente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
notyet disse...

E é assim a riqueza
Beijinho

Maria disse...

Tão bonita....
Foi este o primeiro poema eu que li. Há uns dias atrás. Com menos tempo, talvez.
Hoje estou a ler-te toda...

Um beijo