quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Plantinha


Crescendo sem medo, com alimento de terra pura
num verde esperança que é Mãe Natura
o coração bate em tom violeta sem qualquer meta...

E assim tão fresquinha, tão visosa, mimosa
ela se sente das plantinhas viva a mais completa
porque o toque de veludo, é o seu todo!

Que lhe importa se o mundo é cego, surdo ou mudo?

11 comentários:

Fa menor disse...

Oh! É uma Alegria de Casa!
Com alegria em casa que importa pois o mundo?!

Bjins

Maria disse...

Jamais me passaria pela cabeça ter um "devaneio" destes... com uma planta.
Mas tens razão, estas plantas são lindas e aveludadas, e merecem um poema: o teu!

Beijo.

Valvesta disse...

As plantas com amor de doam, em beleza, frescor, fotocintese, cura etc, nada pede tudo dá, assim a natureza... tanto a nos ensinar. beijos com saudades amada.

helia disse...

Uma planta linda ,viçosa,colorida , que como tantas outras alegra-nos e alegra a Natureza.
Um bom fim de semana

avezinha disse...

Na minha opinião todas as plantas são belas e, por isso, merecedoras dos teus não menos belos poemas.

Recebe um belo ramo de flores (virtuais) pelos teus carinhosos comentários no meu humilde cantinho.

Um beijinho.

Vieira Calado disse...

Os tons violeta

sempre me encantaram!

Saudações poéticas

Multiolhares disse...

serias bom aprendermos com a flor, que podemos ser felizes com pouca coisa, com a simplicidade da beleza
Bj

Eduardo Aleixo disse...

Ela, simplesmente...É.
E ainda por cima , violeta, cor sublime, do céu.
A Mãe- Terra, que a criou, merece.

poetaeusou . . . disse...

*
amiga, adorei,
,
voo nas tuas palavras,
de canteiro em canteiro,
chamejam o meu olhar
tacteando as pétalas,
veludo lilás,
de roxos mimosos
alfazemas perfumando
as lavandas violetas !
,
marés de estima,
deixo,
,
*

Hanukká disse...

Uma linda noite de paz, abraço.

Conversando com Deus.

Pedi força e vigor Deus me mandou dificuldades para me fazer forte
Pedi sabedoria Deus me mandou problemas para resolver
Pedi prosperidade Deus me deu energia e cérebro para trabalhar
Pedi coragem Deus me mandou situações para superar
Pedi amor Deus me mandou pessoas com problemas para eu ajudar
Pedi favores Deus me deu oportunidades
Não recebi nada do que queria,
Mas, recebi tudo o que precisava!

Baila sem peso disse...

Fa menor

Toda a Natureza é Alegria
Que nos dá muita serenidade
Mostrando quão simples é sua verdade!:)

Beijinhos bailantes

Maria

É a cor e o toque delas
Que nos faz sonhar
Como principes e cinderelas!:)

Beijinhos bailantes

Valvesta

É a Natureza a passear
Dentro do ser de seu dizer...
Ela é sempre verdade
Nada tem a esconder!:)

Beijinhos bailantes

helia

Tenho-a linda assim...
Parecer sangue de coração
É tão lindo vê-la crescer
Com afecto sempre à mão!:)

Beijinhos bailantes

avezinha

Obrigada avezinha pelo raminho
Que tenhas muitas plantinhas
Que cresçam no teu ninho
Tanto enfeitam...são ternurinhas!:)

Beijinhos bailantes

Vieira Calado

Também a mim meu amigo
São os violetas, os indigos...
Mas se for um arco-íris
Então não te digo nada
É a Natureza encantada!!:)

Beijinhos bailantes

Multiolhares

É isso aí...simplicidade!!!!
Para quê querer o mundo
Se um pouquito de terra
Trás o nosso estar, fecundo?!

Beijinhos bailantes

Eduardo Aleixo

Sem duvida que a Mãe merece
Todo o nosso carinho, nossa atenção
Se mais atentos estivessemos
Talvez não sofresse assim, tanto coração!:)

Beijinhos bailantes

poetaeusou

Ai, amigo, que as plantinhas
Todas se sentem afagadas
Com teus carinhos, teus poemas
Em voos de veludo, mimadas! :)

Beijinhos bailantes

Hanukká

E conversando com Deus
A Paz e o que precisamos
Assim chega!...carinhos meus
Agradecidos, por passinhos seus...

Beijinhos bailantes

para os que passaram em silêncio
aqui na plantinha violeta
fique o beijinho que não comprometa