terça-feira, 2 de junho de 2009

Verdade...ou talvez não


Entre a imensidão e o limite
Entre a luz e a escuridão...
fica a lágrima pendurada
num sinal de direcção!

Abraçada vida de condição...

12 comentários:

Teresa Durães disse...

os limites dão-nos a conhecer a amplitude

notyet disse...

Abraçar vida de condição ?
Serve no limite, não na imensidão
Lágrima pendurada ?
Direcção não desejada.
Será lamento ? Ou arrependimento ?
Na imensidão deixo beijinho, então

clic disse...

Eu acho que deve ser verdade, pelo menos num qualquer lugar... :)

tempusinfinitae disse...

Se a vida fosse fácil nessa pura dicotomia do claro/escuro...

Que sentido faría o sal da lágrima azul?



boa semana

Maria disse...

Não conheço o limite, mas sei da lágrima...

Beijo

tinta permanente disse...

'de'... ou 'com' ?...
Talvez sim... talvez não!

Sem lágrimas penduradas
abraços!

Zilto disse...

No llores por favor!

Sonrisa para mi, si? :)


BeSoS!

O Profeta disse...

Mil caminhos
Esta viagem sem velas nem vento
Este barco na bolina das ondas
Esta chuva miúda transborda sentimento

Amarras prendem o gesto
Arrocham um coração que bate incerto
Uma gaivota retoca as penas com espuma
Levanta voo em rumo concreto

Partilha comigo “100 Anos de Ilusão”


Mágico beijo

Xabonas disse...

"A arte é longa, a vida é curta."


beijooooooo

tempusinfinitae disse...

Ainda a imagem do mar, lágrima gigante.


Bom fds para esta brisa do pensamento em palavras.

pin gente disse...

é, por vezes, a barreira entre a verdade e o talvez não... não é igual para todos!
um beijo
luísa

aurea disse...

Gosto da grande imensidão
Que o mar tão longe nos dá
E quando chega a escuridão
Fico a olhar para lá!...

Em noite de lua cheia
Como espelha no mar profundo
Parece querer-me dizer
"Vê como é injusto o Mundo"

bjo! com sabor a mar!...